fbpx

Saiba como um ERP auxilia no faturamento a partir de múltiplos locais

O e-commerce não para de crescer no Brasil e no mundo, ainda mais com a aceleração provocada pelo distanciamento social adotado com a pandemia. A busca por comodidade e facilidade no processo de compras ampliou o panorama desse tipo de operação, que não é útil apenas como negócio final, mas também auxilia as empresas a expandirem seus horizontes e vender à distância. Logo, empresas que possuem unidades em locais diferentes devem se atentar para os processos relacionados ao faturamento, expedição e logística.

Nesse contexto, entra o uso de um ERP (Enterprise Resource Planning), também conhecido como Sistema Integrado de Gestão Empresarial. 

Pensando nisso, vamos abordar logo abaixo como gerenciar o faturamento do seu negócio por meio de um ERP. Boa leitura!

O que pode dar errado com um faturamento descentralizado?

A expansão dos negócios é algo que todo gestor busca alcançar. Porém, a administração de um empreendimento é algo complexo, que exige coleta de dados, análise de relatórios, inteligência, processos bem-desenhados, centralidade do fluxo de faturamento, entre outros. Se isso não ocorrer, diversas consequências negativas podem afetar a continuidade dos negócios, como:

  • balanço inconsistente;

  • perda de receita;

  • falta de controle de entradas e saídas;

  • dificuldade em saber se empresa está tendo lucro;

  • imprecisão ao calcular o custo e o preço de venda dos produtos e serviços;

  • administração incorreta do capital de giro;

  • desconhecimento sobre valor dos estoques.

Esses erros, por mais que sejam primários, são consequência da ausência de gerenciamento de estoque e faturamento de todas as unidades, independentemente da sua natureza física ou online. Dessa maneira, a necessidade de um sistema que unifique as informações essenciais para um fechamento de todos os valores é primordial para que haja exatidão e clareza para os gestores.

Como a tecnologia pode auxiliar nesse processo?

Antigamente se acreditava que as necessidades de informação de um pequeno e médio empreendedor em termos de sua condição financeira eram limitadas e não exigiam o acompanhamento contínuo de lançamentos contábeis. Nos últimos anos, essa visão mudou significativamente.

Isso se deu pela mudança do panorama do mercado, já que novas tecnologias trouxeram alterações significativas no modo de se organizar um empreendimento. Hoje, os sistemas de apoio são amplamente utilizados para manter as contas das empresas desenvolvidas, bem como a organização do trabalho dos escritórios de contabilidade.

Um ERP pode auxiliar de diversas formas no processo da cadeia de negócios. Confira como a seguir. 

Gestão financeira

Um software dedicado, como é um ERP, permite que o gestor financeiro consiga encontrar mais facilmente as falhas e acertos cometidos. Isso favorece a prevenção de possíveis erros na gestão financeira, reduzindo consideravelmente os riscos de prejuízos. A integração entre os departamentos permite um panorama estratégico das entradas e saídas.

Gestão contábil

Muitas empresas já pagaram multas por conta da emissão errada de documentos fiscais. Com o suporte de um sistema ERP esse risco é sanado, pois todo o processo é automatizado. A gestão contábil feita por um software especializado deixa o fluxo de trabalho funcional, fácil e seguro. Esse tipo de solução está diretamente ligado ao aumento do faturamento empresarial.

Gestão de fluxo de caixa

A gestão fiscal otimizada proporcionada por um ERP auxilia na previsão de lucros e prejuízos de acordo com o fluxo de caixa. A venda de produtos e compra de materiais muda a cada instante, o que dificulta ter clareza na tomada de decisão caso não haja ferramentas eficientes para tratar desse assunto. Logo, ter uma visão da estimativa futura é essencial. Por meio da tecnologia você tem a capacidade de corrigir em tempo hábil possíveis perdas e desperdícios.

Processo de faturamento

Com um ERP você consegue acompanhar todo o faturamento da empresa, independentemente do local que esteja a filial ou mesmo sendo uma loja online. Esse tipo de informação é imprescindível para a tomada de decisão sobre quando e onde investir, bem como qual dará maior lucro. Além do mais, o sistema controla a validação de pagamentos de acordo com a situação do cliente.

Processo de vendas

A gestão de vendas abrange o controle de estoque para que não haja ausência de produtos, causando perda de fechamento de vendas. Outro aspecto que está dentro das funções de um ERP é o controle de transporte de entregas para que não ocorram perdas que causem contratempos dentro da logística da empresa.

Como realizar o faturamento de múltiplos locais pelo ERP?

Para realizar o faturamento de múltiplos locais é preciso adotar um ERP que contemple todas as funcionalidades necessárias para o seu negócio. Afinal, alguns sistemas mais antigos não proporcionam a expertise e abrangência para os diversos canais de negócios, o que dificulta a integração. Sendo assim, dentro de um ERP moderno, você encontra um banco de dados único que integra todas as informações de múltiplos locais, como:

  • representantes comerciais;

  • lojas físicas;

  • e-commerce;

  • televendas;

  • apps de CRM e força de vendas;

  • marketplace;

  • franquias.

Assim, por meio do uso de um ERP bem alinhado com os processos de negócios, você obtém toda a movimentação dentro de todas as unidades do grupo empresarial (empresas, filiais e centros de custos). Além disso, com integrações bem desenhadas do seu ERP com sistemas como e-commerce e marketplaces, é possível direcionar os pedidos capturados nas plataformas para as unidades com menor custo de expedição e logística, como é o caso do processo de Ship From Store, que direciona o pedido para ser atendido pela loja física mais próxima do endereço do cliente.

Split de Pedido

Uma alternativa ainda mais sofisticada é utilizar o Split do pedido, isto é, o desmembramento dos itens do pedido para que cada item seja atendido por um determinado endereço, armazém ou até mesmo filial do sistema.

Por meio de um ERP, essa configuração é feita nos módulos de faturamento e expedição para que um único pedido seja desmembrado em outros. O fluxo passa pela liberação dos pedidos e emissão das respectivas notas fiscais, recolhimento de tributos e o monitoramento do despacho do produto.

Assim, com essa automatização dos processos de lançamentos de dados e registro de informações em forma de relatórios, gráficos e cálculos reduz boa parte dos erros humanos. Tudo isso graças à adoção de um ERP capaz de gerenciar tais processos, que integre o faturamento do seu negócio e permita que a equipe possa focar na tomada de decisão dentro das análises feitas dentro do sistema.

E então, gostou do conteúdo? Agora que você conhece como o ERP auxilia no faturamento de múltiplos locais, siga-nos nas redes sociais e não perca as nossas novidades. Estamos no Facebook, LinkedIn e Twitter!

atosdata

Esta postagem possui 0 respostas

Comentários aberto

Deixe uma resposta

Você pode usar esses atributos do HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>